Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Unimontes – Novo curso

Curso de Engenharia de Sistemas inicia atividades com foco no mercado de trabalho nacional

Uma das novidades no primeiro semestre letivo da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) em 2011 é a oferta inédita do curso de Engenharia de Sistemas, no campus-sede. Vinculado ao Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas, a graduação é voltada para a formação de engenheiro com perfil de desenvolvimento e integração de sistemas complexos. Como destaque trata-se da segunda graduação do gênero no País.

A turma inicial conta com 28 alunos, com aulas ministradas em dois turnos (tarde e noite), distribuídas em 10 períodos (cinco anos). Os conteúdos didáticos estão vinculados à Computação, Matemática e Física (na parte básica). Haverá, ainda, disciplinas nas áreas de Eletricidade e Eletrônica.

“O curso pode ser visto como uma derivação da Engenharia Elétrica”, observou seu coordenador, Marcos Flávio Silveira D’Ângelo, que acrescenta: “o aluno poderá conceber e implantar simulações que representam com fidelidade sistemas reais de grande complexidade”.

PROJEÇÃO NO MERCADO

A aula inaugural, realizada no último dia 28, contou com a participação dos professores Walmir Matos Caminhas e Ricardo Hiroshi Takahashi, coordenador em exercício do colegiado de graduação do curso de Engenharia de Sistemas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), instituição pioneira nesta área no País.

Para Marcos Flávio, com atuação em diversas áreas como a aeronáutica e biotecnologia, o engenheiro de sistemas pode ser visto como “um solucionador de problemas”, pois também tem como papel coordenar e integrar equipes de desenvolvimento de projetos -– interpretando ou traduzindo as necessidades da sociedade para a sua realização. O mercado brasileiro para este profissional é dos mais auspiciosos. E frisou, “ela é considerada como a profissão do futuro”. Estudo da rede de TV CNN, dos Estados Unidos, mostra que os profissionais de Engenharia de Sistemas estão entre os mais bem pagos no início de carreira.

“VISÃO”

Aos 17 anos, o montes-clarense Felipe Soares Fonseca é um dos alunos da turma inicial do curso de Engenharia de Sistemas. Com 203,1 pontos dos 230 possíveis, ele obteve o primeiro lugar entre os 672 candidatos que pleitearam uma das 28 vagas oferecidas através do sistema universal no 1º Processo Seletivo/2011, realizado em dezembro último.

“Sempre que comentava sobre profissões dizia aos amigos que o mercado de trabalho vai girar em torno de empresas tecnológicas”, destacou o acadêmico, ao elogiar a oportunidade que uma instituição em sua cidade oferece à comunidade. Ele frisou ainda que o curso de Engenharia de Sistemas é o que melhor se encaixa ao seu perfil, além de contar com um corpo docente dos mais qualificados com mestres e doutores já no período inicial.

Destacando a Unimontes como “uma universidade séria e competente”, Felipe Soares fez questão de afirmar que “entra na graduação com grande interesse na realização de pesquisas científicas”, o que considera como “um dos diferenciais para se qualificar ao mercado de trabalho”, concluiu.

O currículo do curso oferecido pela Unimontes prevê uma significativa carga horária destinada à aquisição de conhecimentos e habilidades relacionadas com as dimensões humanísticas e gerenciais. Já no primeiro período, haverá uma disciplina de Expressão Corporal, onde o aluno aprenderá a conhecer seu corpo para se expressar com o próximo.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário