Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Uni-BH foi vendido

Com uma dívida bancária de R$ 34 milhões e parte dos salários de dezembro e do 13º atrasados, o Uni-BH – Centro Universitário de Belo Horizonte foi vendido para o grupo paulista Anima Educação, controlador da Universidade Monte Serrat (Unimonte), de Santos (SP), e do Centro Universitário Una, da capital mineira. O negócio foi fechado no fim da semana passada, com a assinatura de uma “promessa de transferência de mantença e outras avenças” entre a Fundação Cultural de Belo Horizonte (Fundac-BH), mantenedora do Uni-BH, e o Anima. Hoje (9/02), as aulas do Centro Universitário serão retomadas normalmente, informa o diretor-executivo da Fundac-BH, Francisco José Fogaça.

Segundo Fogaça, a transação foi a única saída encontrada para os problemas financeiros do Uni-BH, que se agravaram após os bancos terem tornado a concessão de crédito mais seletiva por causa da crise global. O tiro de misericórdia nos quase 45 anos de gestão autônoma da Fundac-BH no Uni-BH veio da negativa dos bancos em conceder R$ 17 milhões para a quitação dos salários de novembro, que venceram em dezembro; de férias antecipadas e do correspondente abono de um terço do salário; e também do 13º salário.

O empréstimo começou a ser negociado em setembro e seria liquidado com o recebimento de matrículas e mensalidades no primeiro mês de 2009. Ao mesmo tempo, o plano do Uni-BH previa a rolagem dos débitos bancários já existentes. Contudo, os gerentes de bancos que atendiam o Uni-BH perderam autonomia por causa da crise, e o dinheiro não saiu.

O contrato com o Anima prevê a injeção de R$ 1,5 milhão no Uni-BH, ainda nesta semana, para a quitação dos resíduos a pagar da folha de novembro. O 13º em atraso, contudo, continuará pendente. Fogaça detalha que uma consultoria independente fará avaliação do patrimônio do Uni-BH e das dívidas para definição do valor do negócio. Será criada uma nova instituição mantenedora do Centro Universitário, que terá 15 assentos – seis da Fundac, seis do Anima e três com pessoas indicadas pelo comprador com concordância do vendedor.

O acordo prevê que as bolsas de estudos atuais serão mantidas até a conclusão dos cursos. O Uni-BH tem 15 mil alunos, um campus no Buritis e prédios na Lagoinha.

Fonte: Jornal Hoje em Dia

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário