Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

UFSJ e novo Enem

 

Os Conselhos Universitário (Consu) e de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conep) estiveram reunidos na última quarta-feira (22/04), para discutir a proposta do Ministério da Educação (MEC) de adesão das Universidades Federais ao vestibular unificado.

Apesar de entender que o novo exame de seleção para as universidades seja desejável, a maioria dos conselheiros da UFSJ reconheceu que faltou tempo para aprofundar e estender o debate a toda a comunidade universitária. A idéia de uma prova única para todas as universidades federais, similar ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), foi apresentada pelo ministro Fernando Haddad há menos de um mês e, para viabilizar sua implementação nos próximos concursos, a proposta teve de ser discutida rapidamente nos Conselhos Superiores das federais de todo o país.

A falta de informação sobre o mecanismo do novo exame unificado e de aspectos de sua realização, como a questão de segurança e sigilo das provas, também foram alvo de questionamento dos conselheiros durante a reunião na UFSJ, que durou toda a tarde da quarta-feira.

Adoção

A UFSJ já utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em seu processo seletivo (vestibular), o que significa que os candidatos que se saíam bem na prova de conhecimentos gerais do Enem podiam utilizar 50% da mesma para composição de seu resultado final.

Como indicativo para o reitor, os conselheiros decidiram que, já no próximo vestibular, o candidato poderá optar pela nota da prova de conhecimentos gerais do Enem para compor seu resultado final.

Os Conselhos também decidiram indicar à reitoria a fixação (reserva) de uma cota das vagas do Vestibular da UFSJ para os alunos que fizerem as provas do Enem, cota que pode chegar a 25% do total de vagas oferecidas. Outro destaque aprovado pelos conselheiros é que as notas do Enem também serão utilizadas para completar as vagas ociosas (não-preenchidas) em todos os cursos de graduação da UFSJ.

Segundo o reitor Helvécio Luiz Reis, o resultado da votação nos Conselhos Superiores da UFSJ demonstra claramente a prudência com que a instituição pretende adotar no momento de transição entre o seu processo seletivo e o vestibular unificado.

Fonte: Ascom UFSJ

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário