Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

UFMG e Timor Leste

O reitor Clélio Campolina e o embaixador do Timor Leste no Brasil, Domingos de Souza, discutiram na tarde de hoje a possibilidade de formalização de parcerias entre a UFMG e as instituições de ensino superior daquele país. O encontro ocorreu no gabinete do reitor. Na reunião, Souza pediu ajuda à UFMG para melhorar o ensino em seu país. “Temos que preparar professores para dar aulas em nossas universidades”, disse o embaixador. O diretor de Relações Internacionais da UFMG, Eduardo Viana Vargas, que também participou da reunião, acredita que é possível firmar acordos nas áreas de pesquisa, ensino e extensão, principalmente com o objetivo de atacar uma das principais carências do país, a formação de recursos humanos.

“Seria uma forma de exercitar o princípio da internacionalização solidária, uma das bases da atuação da UFMG”, lembrou Vargas.

Para estreitar os laços entre as universidades e o Timor Leste, o reitor propôs que os representantes do país participem, em junho, de um encontro da Associação das Universidades de Língua Portuguesa, da qual Campolina é presidente. O evento ocorrerá em Bragança, Portugal. “Esse é um bom caminho para criar vínculo entre o Timor e as universidades dos países de língua portuguesa”, argumentou o reitor.

O assessor do Ministério das Relações Institucionais do Brasil, Renato Matarelli Carli, também participou do encontro de hoje à tarde. 

Fonte: UFMG

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário