Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

UFMG decide usar Enem em substituição à primeira etapa do vestibular para ingresso já em 2011

O Conselho Universitário da UFMG decidiu, no fim da tarde desta quarta-feira (5/05), por 32 votos a 18, que a UFMG utilizará o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em substituição à primeira etapa do Vestibular, para ingresso em 2011. Eventuais mudanças na segunda etapa do concurso serão avaliadas e divulgadas pela Universidade dentro de 30 a 40 dias.

Antes da reunião do Conselho, estudantes da União Colegial de Minas Gerais (UCMG) e do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UFMG se reuniram com o reitor da UFMG, Professor Clélio Campolina, depois de um protesto em frente ao Prédio da Reitoria. 

Eles  entregaram uma carta em que constam argumentos para a adoção do exame nacional para o vestibular da universidade. Os estudantes alegam que o Enem é uma forma de seleção mais democrática que favoreceria a inclusão social na UFMG.

“Todos reconhecemos que o Enem é um avanço em relação ao sistema convencional, por ser um exame nacional, de boa qualidade, progressista, que dá oportunidade a todos os estudantes secundaristas do Brasil”, disse o reitor Clélio Campolina ao final da reunião do Conselho.

“Esperamos que essa seja uma etapa para que se elimine, em algum momento, o Vestibular”, completou. Segundo Campolina, a decisão é válida para todo o sistema de ingresso na UFMG, incluindo cursos presenciais e na modalidade a distância.

O calendário das provas do Vestibular UFMG 2011 já estava definido, com realização da primeira etapa no dia 28 de novembro de 2010 e a segunda de 3 a 7 de janeiro de 2011. Com a decisão, os candidatos a vagas na UFMG deverão se submeter ao Enem, que será realizado nos dias 6 e 7 de novembro.

“Teremos que aguardar o resultado do Exame Nacional, previsto para 6 de janeiro, e imediatamente fazer apenas um cruzamento de dados e programarmos a segunda etapa”, explica o reitor.

Campolina lembrou que todos os países desenvolvidos adotam um sistema nacional de avaliação e que algumas das principais universidades brasileiras usam o Enem como mecanismo de ingresso. “Acho que essa medida terá efeito fundamental de pressão para melhoria do ensino fundamental e médio público”, avalia.

(Assessoria de Imprensa da UFMG)

Segundo a Assessoria de Imprensa da UFMG, os pedidos de isenção continuam normalmente, até o dia 10 de maio. Também o período de inscrições será normal (ainda a ser definido), pois os candidatos estarão se inscrevendo para a 2ª Fase. Ainda não estão definidos os aspectos técnicos da inscrição, entre eles o preço reduzido por ser apenas uma fase.

Mais informações sobre o vestibular da UFMG 2011 em nossa Agenda.

 

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário