Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

UFJF abre novos doutorados

Profissionais que querem aprimorar sua qualificação têm mais três novas opções de doutorado na UFJF: em Ecologia, História e Economia Aplicada. As primeiras turmas já iniciam as aulas no primeiro semestre letivo de 2011. Nos próximos meses, serão divulgados os editais de seleção.

A UFJF obteve aprovação para a criação dos cursos junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Com isso, o total de doutorados da instituição passa para 12. No mestrado, são 29 opções.

A pós-graduação intensifica a produção de pesquisa da instituição, com reflexos para o ensino na graduação e sociedade.

Entre fevereiro e março, será iniciado o planejamento para a proposição de mais cursos e de investimentos para a manutenção dos programas existentes, conforme o pró-reitor de Pós-Graduação, Luiz Carlos Andrade.

“Talvez nossa universidade seja a que tenha andado mais rápido nesse processo de criação de cursos de pós-graduação, porque o procedimento não é fácil: é preciso ter produção científica, apoio logístico, financeiro, recebidos pelos nossos cursos.”

Novos rumos na Economia
De acordo com o coordenador do programa de pós-graduação em Economia Aplicada, Fernando Salgueiro Perobelli, a proposta de criação deste doutorado vem sendo feita desde a criação do mestrado, em 2005. “Com o amadurecimento do mestrado, foi possível desenvolver agora um programa de pós-graduação completo”, afirma.

Segundo o professor, são muitas as vantagens dessa criação, pois o curso, com duração de quatro anos, permite ao docente mais tempo para se dedicar à pesquisa.

“A partir dessa aprovação entramos com mais força no debate econômico nacional e internacional, equiparando-nos aos cursos já completos do país”, conclui.

História avança no campo científico
A criação do doutorado em História estava em estudo há três anos, como revela a coordenadora do programa de pós-graduação da área, Mônica Ribeiro de Oliveira.

“Os programas de doutoramento são avaliados de três em três anos, e esta avaliação depende muito da produção intelectual desenvolvida na área, dentre outros fatores que seguem critérios muito rígidos. Por isso, observamos a necessidade de nos prepararmos antes”, explica a professora. O mestrado em História existe há oito anos.

Segundo a professora, a criação desta pós-graduação é mais uma alternativa de formação continuada para os alunos, pois eles não terão mais que se deslocar para grandes centros em busca da capacitação.

“Podemos desenvolver também pesquisas com qualidade mais alta. O programa tem hoje que buscar uma inserção na comunidade, seja na produção de material didático ou na formação de professores capacitados. Isso reflete diretamente no ensino da História”, afirma.

A seleção para o programa será feita em março, e a primeira turma inicia as aulas em abril.

Questões ecológicas ganham campo na área da pesquisa
O coordenador do programa em Ecologia, Fábio Roland Ferreira, acredita que a criação do doutorado em Ecologia possibilita formar recursos humanos de alto nível para trabalhar em questões ambientais contemporâneas, como a biodiversidade e saúde; respostas dos ecossistemas a mudanças ambientais e climáticas; e conservação dos recursos naturais.

Para Roland, o atual momento é ideal para enxergar na ciência um elemento da atividade humana. “Os programas pós-graduação devem ‘conversar’ academicamente, e as graduações serem reconstruídas sob perspectivas integradas. O expressivo número de doutorados na UFJF demonstra que a instituição está madura para fazer desenvolvimento científico e tecnológico de excelência”, destaca.

Autorizações recentes
Em setembro, a Capes já havia autorizado a criação do mestrado em Ciência da Computação e dos doutorados em Ciências Biológicas – Imunologia/Genética e Biotecnologia – e em Modelagem Computacional.

Outras informações:
www.ufjf.br/ppghistoria e (32)2102-3129
www.ufjf.br/economia e (32) 2102-3524
www.ufjf.br/ecologia e (32) 2102-3227

Fonte: UFJF Online

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário