Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Telessaúde

Com o objetivo de auxiliar e aprimorar o atendimento médico realizado por profissionais da saúde na região de Divinópolis, o Campus Centro-Oeste Dona Lindu (CCO) da UFSJ tornou-se, a partir de janeiro deste ano, uma das sedes estaduais do Programa Tele Minas Saúde. A iniciativa é uma parceria que envolve a Secretaria de Saúde do Estado, a Fapemig e mais seis universidades públicas de Minas (UFMG, UFJF, UFTM, UNIMONTES, UFU e UFSJ).

O programa é destinado aos profissionais que realizam atendimentos básicos de saúde em suas cidades, bairros ou distritos. Através de teleconsultorias em diversas áreas da saúde, além do envio, via internet, de eletrocardiogramas para laudo de especialistas de plantão, situados nos consultórios das universidades participantes, os profissionais da saúde já tiram suas dúvidas, trocam experiências e agilizam seus atendimentos.

No Campus Dona Lindu foram criados dois espaços físicos para o funcionamento deste programa. A sala de videoconferência tem por finalidade manter a integração entre os polos universitários participantes. Já o consultório é destinado às atividades técnicas e ao funcionamento do plantão de cardiologia.

O Telessaúde da UFSJ é coordenado pela professora Clareci Silva Cardoso, que trabalha juntamente com uma equipe composta por técnico de informática, profissional de estatística, coordenador de cardiologia, médica plantonista em cardiologia e quatro bolsistas, sendo três do curso de Medicina e um profissional de psicologia. Seis computadores, equipamentos para videoconferência e um eletrocardiógrafo digital compõem a infraestrutura técnica atual em Divinópolis.

Sucesso

Professor do CCO e coordenador da área de cardiologia, Eduardo Chula explica que o Tele Minas Saúde já é um sucesso, isto levando em conta seu curto período de funcionamento. Segundo ele, alguns desafios da implantação deste programa na universidade já estão sendo superados, tal como a melhoria da capacidade da internet no campus e a aquisição de novos equipamentos. “A falta de domínio técnico dos profissionais nos municípios para lidar com a tecnologia, apesar do grande investimento em treinamentos realizados pelo sistema, e a alta rotatividade de profissionais nos serviços de saúde, ainda são desafios a serem melhor trabalhados”, reconhece.

Em abril de 2010, a UFSJ iniciou o monitoramento para 34 municípios da região centro-oeste do estado. Para setembro, a meta é que esse atendimento chegue a 69 municípios daquela região. Em três meses, a UFSJ realizou uma média mensal de 70 plantões técnicos, 90 ligações e cinco videoconferências.

O Tele Minas Saúde atende, atualmente, a 610 municípios em todo o estado. Em Divinópolis, o Centro de Telessaúde da UFSJ funciona na sala 110 do bloco A . O telefone para informações é: (37) 3221-1246.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário