Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Taxa do Enem vai ser devolvida

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já têm nova data: 5 e 6 de dezembro (sábado e domingo). O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, nesta terça-feira (6/10), após reunião com o ministro da Justiça, Tarso Genro. No encontro entre os ministros, ficou definida a participação da Força Nacional e da Polícia Federal em todas as etapas da logística da prova.

“A Polícia Federal vai acompanhar todo o processo, desde a saída da prova do cofre do Inep até a distribuição das provas, que deverá ser feita pelos Correios”, disse Haddad. Caso seja acertada a participação dos Correios na logística do Enem, a distribuição do material impresso será feito por meio de uma operação especial, “cercada de garantias para que as provas cheguem aos destinos corretamente”, nas palavras do ministro.

A partir de agora, a equipe do setor de inteligência da Polícia Federal vai elaborar os detalhes do monitoramento de cada etapa da logística do Enem.

O ministro ressaltou que a Secretaria de Educação Superior (Sesu) do MEC tem mantido contato com as universidades que tinham vestibular marcado para o primeiro fim de semana de dezembro, para que entrem em consenso sobre nova data. Entre as universidades federais que aplicariam vestibular nesses dias e já confirmaram adequação à nova data estão a de Juiz de Fora, de Santa Catarina e a Universidade de Brasília. [Veja Nota da UFJF]

Também nesta terça-feira (6/10) houve uma reunião entre representantes do MEC do Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe) e da Fundação Cesgranrio, que vão aplicar a prova, para definir detalhes de correção e divulgação do resultado do exame.

 

Universidades e institutos federais mudam data de vestibular (6/10)

As Universidades Federais e os Institutos Federais aceitaram mudar a data de realização de suas provas vestibulares, para não coincidir com a prova do Novo Enem, marcada para os dias 5 e 6 de dezembro próximo.

O concurso para o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também será postergado.

Os organizadores destas provas concordaram com o adiamento em benefício da realização do Enem 2009.

Com relação a instituições estaduais, o Ministério da Educação trabalha intensamente para preservar o interesse dos estudantes.

O MEC já começou as negociações com representantes da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Estadual de Londrina (UEL), Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG), Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e Faculdade de Tecnologia de São Paulo (Fatec-SP).

Até o momento, os reitores contactados se dispuseram a rever seus calendários. (6/10, 18h33)

 

Mais dúvidas, eis o telefone do “Fala Brasil”: 0800-616161

O resultado do Novo Enem está prevista para o dia 5 de fevereiro.

 

MEC decide devolver a taxa de inscrição a quem desisitir do Enem

Nesta quinta-feira (8/10), o ministro da Educação, Fernando Haddad, reconheceu como legítima a devolução dos R$ 35,00 pagos na inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), para os alunos que não desejarem mais fazer a prova, em função da troca da data.

O MEC estuda os procedimentos para a devolução da taxa, que só serão anunciados depois das provas, remarcadas para os dias 5 e 6 de dezembro. Os estudantes que não quiserem, ou puderem, fazer a prova na nova data devem enviar uma carta para o Inep fazendo a solicitação do reembolso.

O endereço do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) é: SRTVS Quadra 701, Bloco M, Edifício Sede do Inep, Brasília – DF. CEP: 70340-909.

(Informações da Assessoria de Comunicação Social do Inep/MEC)

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário