Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Saber acadêmico-científico

A Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) realiza, nesta segunda-feira (15/12), a solenidade da 11ª edição da distinção conferida a professores e pesquisadores, em exercício na Universidade Federal de minas Gerais (UFMG), que se destacam por suas significativas contribuições ao progresso das Ciências, Letras e Artes e, também, pela liderança no desenvolvimento de sua área de atuação. A cerimônia será no auditório da Reitoria.

Criado em 1986, o Prêmio Fundep acompanha o cenário nacional e internacional de reconhecimento de profissionais que contribuem para o progresso de diversas áreas, como Ciências, Tecnologia, Inovação, Letras e Artes. Consiste em diploma alusivo e importância em moeda nacional para cada contemplado. Até hoje, os 24 professores da UFMG agraciados formam um corpo de pesquisadores dedicados aos mais diferentes aspectos da produção e promoção do conhecimento.

O Prêmio, este ano, homenageia os seguintes profissionais da Universidade: professora Virgínia Sampaio Teixeira Ciminelli, área de Tecnologias; professor Ricardo Santiago Gomez, área de Saúde; professor Virgílio Augusto Fernandes Almeida, área de Ciências Exatas e da Terra; professor Wander Melo Miranda, área de Humanidades e Artes; e o servidor técnico-administrativo Darcy Ferreira dos Santos.

Na construção da obra de cada um deles, ressaltam-se o investimento em infra-estrutura para pesquisas de ponta; a preservação da memória literária; a compreensão de sistemas em rede, como a Internet, e o desenvolvimento de novos padrões de funcionamento desses meios; e a busca de modelos de investigação utilizados nas ciências básicas e a sua aplicação nos problemas vivenciados na Odontologia; e o apoio às atividades acadêmicas e de pesquisa em laboratórios.

Seleção

Os candidatos foram indicados ao Reitor da UFMG, em caráter reservado, pelas unidades acadêmicas da Universidade, por meio de suas congregações; e por premiados das edições anteriores. As indicações foram remetidas às respectivas Comissões Técnicas, constituídas de cinco especialistas de reconhecido renome nos ramos de conhecimento do Prêmio, indicados pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da Universidade, dos quais pelo menos dois não pertençam ou tenham pertencido aos quadros da UFMG.

Para a professora Virgínia Ciminelli, os resultados do prestígio da produção científica são frutos, em parte, da implantação de sistemas de avaliação de desempenho individual ou coletivo. “Entretanto, ainda estamos distantes do uso pleno do reconhecimento e da valorização do mérito da pesquisa como força motriz do desenvolvimento científico, tecnológico e de formação de pessoal de qualidade. Em áreas como as Engenharias, vejo também a necessidade de se aplicar indicadores de avaliação que contemplem as características de estudos tecnológicos e que possam melhor alinhar os grupos existentes no sentido de uma maior contribuição para o desenvolvimento industrial”, analisa a professora.

Outro aspecto, abordado pelo professor Virgílio, é a falta de compreensão das pessoas que não estão envolvidas no universo científico e acadêmico da Ciência, Tecnologia e Inovação para o desenvolvimento de uma nação. “Há uma necessidade, não somente da imprensa, mas também dos professores e pesquisadores, de divulgação dos trabalhos científico-acadêmicos com uma linguagem que chegue a todos, mostrando a aplicabilidade das pesquisas no dia-a-dia”, avalia. 

Histórico

 A primeira edição do Prêmio, que agraciou o professor Ângelo Barbosa Monteiro Machado do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, foi realizada na semana comemorativa do 60º aniversário da Universidade. Em sua origem, a premiação era concedida anualmente a um profissional de uma das áreas de conhecimento, previamente definida. Esse formato manteve-se por cinco anos.

A partir de 1991, por decisão do Conselho Curador da Fundep, o Prêmio passou a ser concedido a cada três anos, contemplando todas as áreas de conhecimento da Universidade – Ciências da Vida, Exatas e da Terra; Humanidades e Artes; Saúde e Tecnologias.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário