Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Probic Jr, na UFJF

Promover o interesse dos alunos pela pesquisa ainda no Ensino Médio. Esse é o objetivo do Programa de Iniciação Científica Júnior (PROBIC Jr.) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Através do programa, os participantes têm a oportunidade de entrar em contato com pesquisadores da sua área de interesse e aprendem métodos aplicados na investigação científica.

Os alunos do Instituto Federal – Campus Juiz de Fora (IFET), antigo Colégio Técnico Universitário (CTU), Thiago Moralles de Abreu e Ricardo Renhe Talho participam do projeto “Física de partículas por mapas conceituais”. Orientados pelo professor Thales Costa Soares, eles mostram-se bastante envolvidos com a ideia. “Temos a proposta de melhorar o ensino da Física Moderna no Ensino Médio a partir dos mapas conceituais que podem ser usados em sala de aula para que o aluno possa absorver a matéria mais facilmente”, diz Ricardo.

Thiago acredita que o uso dessa ferramenta auxiliará o ensino de Física Moderna no Brasil. “Essa é talvez a área mais atraente e a menos trabalhada da Física nas salas de aulas, além de ser uma área promissora e responsável por grandes avanços tecnológicos vistos no mundo através de lasers, equipamentos médicos e aparelhos eletrônicos”, destaca. Os dois bolsistas têm grande interesse pela área. “Sempre gostei de ciência e sempre fui curioso. Fui estimulado por um professor e decidi participar. A gente aprende muita coisa diferente do que é visto dentro de sala de aula”, diz Ricardo. “Eu gosto de Física e sempre quis desenvolver um trabalho que auxiliasse na área. Pretendo seguir a carreira científica”, afirma Thiago.

A aluna do Instituto Estadual de Educação de Juiz de Fora Marcelle da Cunha Martins Ribeiro, de 16 anos, é bolsista do projeto “Uso da coloração de Gram para a avaliação da diversidade morfológica e estrutural bacteriana”. Os orientadores são os professores do Instituto de Ciências Biológicas (ICB) da UFJF, Cláudio Galuppo Diniz e Vânia Lúcia da Silva.

Marcelle realiza técnicas laboratoriais no Laboratório de Microbiologia do ICB. “O que me motivou a participar foi a própria iniciação científica, que me possibilita obter conhecimentos na área de Microbiologia, a fim de conhecer o cotidiano de um laboratório e os métodos para a realização das pesquisas acadêmicas”, explica.

Marcelle, que pretende cursar Medicina, acredita que o projeto ajuda na sua formação profissional. “O projeto me dá uma grande base teórico-prática para a realização de pesquisas científicas, principalmente na área de biológicas e da saúde. É uma grande oportunidade para me inserir no mundo acadêmico”, afirma.

O período para inscrição de projetos no Probic Jr permanece aberto até o dia 7 de dezembro. Os professores interessados devem acessar o site da Propesq .

Outras informações, pelo telefone: (32) 4009-3003 – CTU (IFET- Campus Juiz de Fora)

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário