Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Prêmios Mercosul

 

Reconhecer o trabalho dos estudantes, bolsistas de Iniciação Cientifica (IC), que se destacaram durante o ano e as instituições participantes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Cientifica (PIBIC), é o principal objetivo da “7ª edição do Prêmio Destaque do Ano na Iniciação Científica”, que recebe inscrições até o dia 30 de setembro.

Para concorrer ao Prêmio é necessário ser bolsista de IC do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) há pelo menos 12 meses e estar em processo de renovação (2009/2010). Na categoria de Mérito Institucional, podem concorrer instituições participantes do PIBIC que tenham bolsistas inscritos no Prêmio.

Serão premiados os três primeiros colocados das grandes áreas do conhecimento: Ciências Exatas; Ciências da Terra e Engenharias; Ciências Humanas e Sociais, Letras e Artes; e Ciências da Vida. O terceiro lugar será premiado com a quantia de R$ 3,3 mil, o segundo colocado recebe R$ 4,2 mil e o primeiro será contemplado com 5,1 mil, mais bolsa de mestrado, passagem aérea e hospedagem para participar da Reunião Anual da SBPC, em 2010.

A Instituição do PIBIC com maior número de egressos titulados na pós-graduação em cursos reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) será agraciada com o Mérito Institucional.

A comissão será formada por um representante do CNPq, um da ABC e outro da SBPC.  A cerimônia de entrega do Prêmio acontece durante as Comemorações da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

As inscrições são individuais e devem ser encaminhadas pelos bolsistas às Pró-Reitorias de Pesquisa e Pós-Graduação ou à Coordenação do PIBIC. A ficha de inscrição e outras informações podem ser obtidas no endereço eletrônico.

C&T no Mercosul 

Promovido pela Reunião Especializada em Ciência e Tecnologia (RECyT) do Mercosul, o prêmio visa incentivar estudantes, jovens pesquisadores e equipes de pesquisa a potencializar o desenvolvimento científico e tecnológico dos países membros e associados, além de contribuir para o processo de integração regional.

A 4ª edição conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e do Movimento Brasil Competitivo (MBC), além das parcerias com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) e a Petrobrás.

O Prêmio é composto por quatro categorias. A primeira delas, Iniciação Científica, é destinada a estudantes do Ensino Médio com no máximo 21 anos de idade. Alunos regularmente matriculados em Instituições de Ensino Superior podem se candidatar na modalidade Estudante Universitário. A categoria Jovem Pesquisador é para profissionais graduados, que tenham idade inferior a 35 anos. Existe ainda a categoria “Integração”, destinada a equipes de pesquisadores com ensino superior completo.

A lista dos trabalhos vencedores será divulgada em 1º de outubro. A premiação está prevista para acontecer dia 11 de novembro em Montevidéu, Uruguai. Os primeiros colocados receberão reconhecimento financeiro: Iniciação Científica US$ 2 mil, Estudante Universitário US$ 3.500, Jovem Pesquisador US$ 5 mil e Integração US$ 10 mil, além de troféu e publicação do trabalho em livro. Os segundos colocados serão agraciados com menção honrosa e publicação do trabalho em livro. O tema dos trabalhos é “Agroindústria” e as inscrições podem ser feitas pelo site.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário