Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Parceria entre EUA e UFJF financiará intercâmbio

A Coordenação de Relações Internacionais (CRI) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em parceria com o Consórcio Americano Associated Colleges of Midwest (ACM), elaborou um programa de cooperação internacional a fim de obter financiamento para intercâmbio de estudantes e docentes.

Aprovado, recentemente, pelos governos brasileiro e americano, dentro do Programa CAPES/FIPSE, o projeto receberá um financiamento de, aproximadamente, R$ 850 mil e terá duração de quatro anos a partir de 2010.

O projeto multidisciplinar “Estudos Ambientais Comparativos: diferentes soluções para problemas do uso humano dos sistemas ecológicos”, visa estudar questões ambientais de interesse internacional. A escolha da área do projeto se deve ao interesse e necessidade de formação de recursos humanos em torno da análise e busca de soluções para problemas ambientais globais.

O convênio prevê oito bolsas de intercâmbio por ano para estudantes de graduação junto a uma das Instituições do ACM no valor de US$ 750 mensais, seguro-saúde e auxílio-instalação. Para professores serão disponibilizadas bolsas de participação em missões e estudo de curta duração, incluindo passagem e seguro-saúde.

Para Fábio Roland, Coordenador Acadêmico do projeto, a perspectiva interdisciplinar é fundamental na análise e entendimento de questões ambientais globais. “No projeto, as Ciências Humanas, Sociais, Exatas e Biológicas encontram-se integradas num cenário acadêmico e social, tendo como eixo as questões ambientais.”

Segundo a professora Rossana Melo, Coordenadora de Relações Internacionais da UFJF, a aprovação do projeto de cooperação internacional reflete o amadurecimento das relações internacionais da Instituição e o reconhecimento da UFJF no cenário nacional.

Em visita à UFJF em junho deste ano, o presidente da ACM, Christopher Welna, aprovou a escolha da UFJF. “A qualidade da graduação e pesquisa da UFJF, sua infra-estrutura, localização e comprometimento com o desenvolvimento regional foram fatores motivadores de sua escolha como Instituição Brasileira líder do projeto”, afirmou na época.

O projeto conta, ainda, com a participação da Universidade de Brasília (UnB). “O projeto em parceria com a UFJF e o ACM é de grande relevância para o aprimoramento da graduação, favorecendo a modernização curricular e crescimento institucional no âmbito internacional”, ressaltou a diretora de Relações Internacionais da UnB, Ana Flávia Granja e Barros.

Outras informações, no site da UFJF e da ACM .

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário