Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Observatório Astronômico

A UFMG inaugura, na sexta-feira da próxima semana (23/01, às 20h), novo Observatório Astronômico. O Observatório funcionará no Museu de História Natural e Jardim Botânico (MHNJB), localizado no bairro Horto, em Belo Horizonte. O evento de inauguração faz parte da agenda de comemorações do “Ano Internacional da Astronomia”. O Observatório é destinado a pesquisas e educação para a ciência do grande público.

A Organização das Nações Unidas (ONU) declarou 2009 como o Ano Internacional da Astronomia (AYA, em inglês). O objetivo é incentivar o interesse científico pela área, principalmente entre os jovens. O tema do evento é “O Universo a ser descoberto por você”. A Unesco e a União Astronômica Internacional (IAU) são responsáveis pela coordenação das atividades comemorativas.

Na próxima semana, 19 a 23 de janeiro, será a abertura do “Ano da Astronomia” no Brasil. Estão programadas diversas atividades em várias cidades brasileiras. A organização do evento está a cargo de entidades amadoras, instituições de pesquisa e de ensino. Em Belo Horizonte, um dos responsáveis é professor do Departamento de Física Renato Las Casas, que também é responsável pelo Observatório Astronômico Frei Rosário da UFMG, localizado na Serra da Piedade.

“Além de inaugurarmos novo ponto de observação astronômica em Belo Horizonte, vamos realizar atividades para o público durante todo o dia, como palestras, oficinas e atrações culturais”, diz o professor. Um dos pesquisadores brasileiros mais envolvidos na divulgação científica em astronomia, Las Casas recebeu em outubro de 2008, do governo do estado, o Prêmio Professor Francisco de Assis Magalhões Gomes, por seu trabalho de popularização do conhecimento na área. Ele explica que as atrações do evento de inauguração no dia 23 terão como eixo o tema “Do muito grande ao muito pequeno”, uma referência às questões fundamentais da física contemporânea.

Na programação do dia 23 está prevista a realização de painéis sobre a assinatura dos elementos componentes da matéria em estrelas e em amostras de meteoritos; palestras multimídias; sessões de planetário, quiosque para observação do céu a olho nu; sarau poético e oficinas sobre lançamento de foguete, construção de modelos do sistema solar e sobre telescópios envolvendo princípios tecnológicos desenvolvidos a partir do trabalho de Isaac Newron e Galileu Galilei.

“Um dos motivos da celebração desse evento em 2009, aliás, decorre do primeiro uso astronômico de um telescópio por Galileu Galilei, que vai completar 400 anos”, explica Las Casas. Outro evento do dia será a reinauguração de antigo telescópio, que está sob a guarda da UFMG e cuja história se confunde com a organização dos grupos de estudo em astronomia em Belo Horizonte.

Outro grupo da UFMG também está organizando atividades abertas ao público, em comemoração ao Ano Internacional. Também no dia 23, a Faculdade de Educação (FaE) promoverá diversas atrações por meio dos projetos “Praça da Astronomia” e “Popularização da Astronomia do Cecimig/FaE”. Na programação estão: palestra sobre as comemorações do quarto centenário da invenção do telescópio, exibição do DVD “Eyes on the Sky” e observação do céu. As atividades são promovidas pelo Grupo Órion do Cecimig e pelo Grupo de Astrocultura.

Todas as atividades programadas pelos grupos da UFMG são gratuitas, e não é necessário agendar a participação.

Com informações da Assessoria de Comunicação da UFMG

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário