Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Número de inscritos no processo seletivo 2011.2 da UFOP é superior à população de Mariana

A Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) recebeu 57.348 inscrições no Sistema Seleção Unificada (SiSU) para o processo seletivo do segundo semestre de 2011. O número supera a população estimada de Mariana, primeira capital de Minas Gerais, que atualmente conta com uma população aproximada de 54 mil habitantes. Comparado ao número de inscrições no processo seletivo 2011.1 (36.587), a UFOP registrou um aumento de 56% no número de inscritos.

Minas Gerais foi o Estado com maior representatividade. Foram 34.281 inscrições, de 748 municípios mineiros diferentes, o que equivale a 87% das cidades do Estado com alunos interessados em cursar a graduação na UFOP. São Paulo vem em segundo lugar, como o Estado de origem de 10.508 inscritos (18,3%), seguido de Espírito Santo e Bahia – uma novidade deste processo seletivo -, com 2.126 e 1.627 inscrições, respectivamente. No total, a UFOP recebeu inscrições de estudantes de 2.619 municípios do Brasil, o que corresponde a 47% de todos os municípios do país.

Com relação aos estudantes da região, 2.650 residentes em Ouro Preto concorreram a uma das 1.364 vagas oferecidas pela UFOP, em 34 cursos. A Universidade também recebeu inscrições de 1.551 estudantes de Mariana. A capital mineira foi a cidade com maior número de inscritos (5.915).

Medicina, Direito e Engenharia Civil lideram a lista de cursos mais concorridos

Na seleção 2011.2 o curso da UFOP mais concorrido foi o de Medicina, com 343 candidatos por vaga, seguido pelos cursos de Direito (110 candidatos por vaga) e de Engenharia Civil (100 candidatos pó vaga).

A estudante Andressa Harpis Bastos, de 17 anos, aprovada em Medicina, escolheu a UFOP como primeira opção e vai se mudar de Curitiba (PR) para cursar a graduação em Ouro Preto: “Quando me inscrevi no SiSU, era a melhor cidade, a que mais me interessava. Nunca imaginei que pudesse estudar aqui; se não fosse o SiSU dificilmente eu tentaria o processo seletivo da UFOP”, declara. Andressa participa da Ação Afirmativa, que seleciona alunos que cursaram o ensino médio em escolas públicas. “Graças ao SiSU estou tendo acesso ao ensino superior em uma Universidade Federal. Estou animada e espero que o curso de Medicina atenda às minhas expectativas”, afirma a estudante.

De acordo com a coordenadora do Processo Seletivo, Mariza Pena, o SiSU aumentou a visibilidade não só do curso de Medicina mas também de outras graduações da UFOP, como as Licenciaturas: “Cursos que antes tinham em média 2 ou 3 candidatos por vaga agora estão mais concorridos. Verificamos isso com o curso de Física, no primeiro semestre, e esse quadro se repetiu na seleção 2011.2”, explica Mariza.

 De acordo com a coordenadora, as primeiras matrículas abrangem muitos candidatos ainda indecisos e que escolheram a UFOP como 2ª opção, mas a expectativa é de que, assim como no primeiro semestre de 2011, todas as vagas da Universidade sejam preenchidas ao final do processo, que inclui a inscrição dos interessados na Lista de Espera do SiSU até o dia 07 de julho.

SiSU e políticas de ação afirmativa favorecem mudança no perfil do aluno da UFOP

O sistema de processo seletivo via SiSU é visto pela Pró-reitoria de Graduação (Prograd) como um aspecto que favoreceu mudanças no perfil de alunos da UFOP. O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como etapa única, seguido do cadastro na plataforma do SiSU, facilita a fase de seleção. Além disso, as políticas de ação afirmativa aumentam o interesse dos alunos de escolas públicas da região em cursarem uma universidade federal.

Os programas de auxílio, como Bolsa Alimentação e Bolsa Transporte, facilitam a permanência do aluno das redondezas na universidade. Em 2007, cerca de 10% dos alunos matriculados eram de Ouro Preto e Mariana. Só no primeiro semestre, o quadro subiu para 23,1% de alunos da região, enquanto 17,1% eram da capital.

Na seleção 2011.2, 10,31% dos inscritos têm Belo Horizonte como cidade de domicílio, e 7,32% são de Ouro Preto ou Mariana. Após a conclusão do período de matrículas, a Prograd fará o levantamento de dados dos matriculados por região e por cidade.
Para mais informações, acesse a página do Processo Seletivo no endereço: http://www.vestibular.ufop.br/

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário