Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Mudanças climáticas

 

De 14 a 17 de abril próximo, em Foz do Iguaçu (PR), será realizado o III Seminário Brasileiro sobre Sequestro de Carbono e Mudanças Climáticas, uma promoção conjunta dos Institutos Ecoclima (PR) e Ecoar (SP) e da Universidade Positivo (PR), com apoio de Itaipu Binacional. O evento vai abordar o cenário das mudanças climáticas no Brasil, a matriz energética brasileira e sua vulnerabilidade frente às mudanças do clima, além dos desafios e oportunidades do sequestro e mercado de carbono no Brasil.

“Especialistas renomados na área trarão as informações sobre as atualidades e perspectivas para geração de conhecimento, pesquisa e desenvolvimento”, resume a diretora técnica do Ecoclima, Fernanda Nagal.

O Seminário é destinado a professores, estudantes universitários, ONGs, empresários, consultores e representantes governamentais, assim como a todos os interessados nos desafios relacionados às mudanças climáticas.

Da programação, constam paineis sobre temas como “O Cenário das Mudanças Climáticas e a Matriz Energética no Brasil”, com a presença confirmada do cientista Luiz Gylvan Meira Filho, da Universidade de São Paulo (USP); “O Cenário das Mudanças Climáticas no Brasil”, do qual participará o glaciologista Jefferson Simões, da Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS); e “A Matriz Energética no Brasil”, com o cientista Carlos Sanquetta, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

No dia 16, o foco dos paineis será Mercado e Sequestro de Carbono. Neste bojo, o cientista Paulo Cunha, do Centro de Pesquisas da Petrobras e um dos agraciados com o prêmio Nobel em 2007, na qualidade de membro do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC da sigla em Inglês), falará sobre captura e armazenamento geológico de CO2.

Mini-Cursos

No dia 17, pela manhã e à tarde, serão oferecidos mini-cursos. Estão confirmados o de Mônica Pinto, primeira jornalista no pais pós-graduanda em Mudanças Climáticas e Sequestro de Carbono, que vai abordar “Comunicação para as Mudanças Climáticas”; os do cientista Carlos Sanquetta, do Departamento de Ciências Florestais da UFPR, que vai atuar em dois mini-cursos – “Quantificação de Carbono na biomassa” e “Elaboração de projetos de MDL” (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo); e, por fim, o do engenheiro ambiental Rafael Valdetaro Bianchini, pesquisador do Centro de Excelência em Armazenamento de Carbono da PUC do Rio Grande do Sul (Cepac), que vai discorrer sobre “Tecnologias para mitigação das Mudanças Climáticas”.

Para maiores informações, consulte o site.

 

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário