Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Licenciaturas na UFMG

Estão abertas, a partir de amanhã (6/10), as inscrições do Vestibular UFMG 2010 para dois cursos de graduação: Licenciatura em Educação do Campo (na área de Letras e Artes), e Licenciatura Intercultural para Educadores Indígenas (na área de Matemática). As inscrições podem ser feitas de 6 a 26 de outubro, pela internet, na página da Comissão Permanente do Vestibular (Copeve), onde o edital está disponível. O valor da inscrição é de R$ 45,00. 

Serão oferecidas 35 vagas para Licenciatura em Educação do Campo e outras 35 para Licenciatura Intercultural para Educadores Indígenas, em período diurno, com início no segundo semestre de 2010. Os dois cursos têm duração de quatro anos. As duas licenciaturas vão habilitar professores para atuar nas últimas séries do Ensino Fundamental e Médio em escolas indígenas e que atendem populações no meio rural.

Provas

As provas serão dia 29 de novembro, mesma data da 1ª Etapa do Vestibular 2010 para os 75 cursos oferecidos pela universidade. Como a UFMG não adota o Enem, não haverá alteração das datas previstas para o calendário do Vestibular 2010.

Para a Licenciatura em Educação do Campo, as provas acontecem nas cidades de Araçuaí, Barbacena, Diamantina, Governador Valadares, Montes Claros, Paracatu, Teófilo Otoni e Uberlândia. O candidato fará prova de conhecimentos gerais, com 25 questões de múltipla escolha com conteúdos do Ensino Médio, e de redação. O curso será ofertado em regime de alternância – Tempo Escola (aulas ofertadas no Campus UFMG) e Tempo Comunidade (processos educativos desenvolvidos nos contextos geográficos, sociais, culturais e educacionais do campo). Segundo a coordenadora da Licenciatura em Educação do Campo, professora Maria Isabel Antunes Rocha, esse curso “formará docentes que residem e/ou trabalham no campo para atuação nas escolas do campo”.

As provas para o curso de Licenciatura Intercultural para Educadores Indígenas será nas cidades de Aracruz (ES), Januária (MG), Governador Valadares (MG), Montes Claros (MG) e Porto Seguro (BA). O candidato fará uma prova com 10 questões discursivas de conhecimentos gerais e de conhecimentos matemáticos, além de redação. De acordo com a coordenadora da Licenciatura Intercultural para Educadores Indígenas, Ana Maria Gomes, “o objetivo é formar indígenas para serem professores em suas respectivas comunidades”. Esse curso será ofertado em regime modular, ou seja, os módulos serão realizados no Campus da UFMG e os intermódulos serão desenvolvidos nas aldeias indígenas.

Mais informações, na Copeve: (31) 3409-4408 e 3409-4409 .

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário