Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Intercâmbio

Esta semana (25/05), durante em evento no Campus Alto Paraopeba (CAP), a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) e a Prefeitura de Congonhas assinaram protocolo de intenções prevendo um intercâmbio técnico entre as duas instituições.

O objetivo é definir metas de cooperação viáveis de acordo com as possibilidades de ambas. Entre as ações de natureza e projeção intelectual serão realizadas coleta de dados e estudos técnicos, para a definição de um cronograma de atividades, visando à futura assinatura de um convênio específico.

Esse protocolo tratará da viabilização dessas atividades, no intuito de criar um Plano Diretor de Informática para Congonhas – um dos municípios onde a UFSJ está presente – desenvolvendo projetos como o Cidade Digital, o Cidade Virtual e o E-cidades, além de melhorias no software público e a realização do geoprocessamento do município.

Nos três meses de vigência desse contrato, que poderá ser prorrogado, caberá à Universidade o planejamento, a coordenação e o desenvolvimento dos trabalhos, indicando equipes de coordenação técnica e de apoio responsáveis pelo desenvolvimento dos trabalhos, procedimentos, pesquisas, desenvolvimento de sistemas e processos, e a indicação da solução tecnológica e capacitação técnica.

A cidade, em contrapartida, irá designar um coordenador para acompanhar as atividades da UFSJ e permitirá o acesso da equipe de coordenação da Federal aos dados necessários para o desenvolvimento dos estudos e pesquisas especificados. Definidas as ações, caberá à Prefeitura oferecer os recursos para que o planejamento seja aplicado.

Segundo o secretário de Planejamento da Prefeitura, Henrique Marani Furtado, “essas ações visam a preparar Congonhas para o crescimento que a cidade vivenciará com os investimentos na Siderurgia, que alcançam a casa dos bilhões.” Henrique afirma que “o trabalho criará mecanismos para um projeto amplo de crescimento sustentável da cidade, prevendo ações de melhoria no transporte público, organização do trânsito, investimento em saneamento básico e outras ações definidas para ser duradouras, criando um projeto de cidade perene.”

O diretor do CAP, Paulo Leão, ressalta que a assinatura desse protocolo permitirá que os professores do Campus “ofereçam sua expertise em trabalhos de pesquisa que contribuam com a sociedade que cerca a Academia, proporcionando a geração de produtos e serviços rapidamente aplicáveis.” Esse intercâmbio permitirá também a contratação de bolsistas, incentivando seu amadurecimento acadêmico.

Na assinatura do protocolo, estiveram presentes o diretor do Campus Alto Paraopeba (CAP), professor Paulo César Abreu Leão, o prefeito municipal de Congonhas, Anderson Costa Cabido, e o reitor da UFSJ, professor Helvécio Luiz Reis.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário