Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Incultec

O Centro de Referência em Incubação de Empresas e Projetos de Ouro Preto (Incultec) prorrogou até 12 de abril o prazo para envio de propostas para seleção de projetos empreendedores.

As inscrições devem ser realizadas por meio da entrega da documentação (veja qual http://www.ufop.br/incultec/index.php?option=com_content&task=view&id=39&Itemid=8) na sede do Incultec (Rua Hugo Soderi, s/n, Bairro Saramenha, Ouro Preto – 9h às 12h e das 14h às 17h). Elas também podem ser encaminhas por correio para o mesmo endereço descrito acima, na forma obrigatória de SEDEX AR.

Todos os candidatos com inscrições deferidas passarão por um curso de apoio para elaboração de um projeto resumido do empreendimento a ser incubado. Tal projeto será avaliado por uma comissão formada pelos representantes da Comissão Gestora do Incultec (CGI), por profissionais ligados à área de gestão empresarial e à área técnica de atuação do projeto e defendido oralmente pelo candidato. Durante a defesa oral do projeto de empreendimento será feita entrevista sobre o perfil do candidato/empreendedor.

Os selecionados pelo projeto podem usufruir dos serviços oferecidos pelo Centro para a estruturação de uma empresa: capacitação, assessoria técnico-administrativa para desenvolvimento/aperfeiçoamento dos processos de gestão do negócio, apoio técnico e tecnológico para desenvolvimento de produtos e processos inovadores.

Sobre o Incultec

O Incultec é fruto de um convênio firmado entre a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e a Prefeitura Municipal de Ouro Preto em junho de 2006. Sua criação foi pautada na necessidade de se estruturar no município de Ouro Preto um espaço para apoiar o desenvolvimento de negócios inovadores nas áreas tecnológicas e culturais, sendo sua atuação delineada a partir das áreas de conhecimento da UFOP e da vocação para a produção cultural na região.

Atrelado a isto, foi implantado o projeto “Universidade Empreendedora”, pela Pró-Reitoria de Projetos Especiais (PRPE), que tem como objetivo o desenvolvimento de ações contínuas de desenvolvimento institucional; suporte e apoio para implementação de ações empreendedoras na UFOP. Dentre estas ações estão o Incultec, a implantação da Incubadora de empresas de João Monlevade, a criação do Núcleo de Empresas Juniores (NEJ) e dar início ao estudo de viabilidade de implantação de Parque Tecnológico e da Incubadora Cultural.

Também, objetivando fomentar o relacionamento entre Instituições Científicas e Tecnológicas (ICTs) e o setor produtivo (empresas), alguns marcos legais foram concretizados, entre eles a Lei de Inovação Tecnológica Lei 10.973/04, a Lei do Bem 11.196/05 e a Resolução Cuni 860. Ambas incentivam o desenvolvimento tecnológico e científico e o relacionamento entre ICTs (a UFOP é uma ICT) e empresas.

A inovação e a pesquisa científica e tecnológica são os principais focos de atenção dos governos de países desenvolvidos ou em desenvolvimento. Não indiferente a isto, várias universidades federais brasileiras focaram nas diversas matrizes da inovação e, respaldadas na Lei da Inovação, implantaram ferramentas eficazes para o desenvolvimento da pesquisa e tecnologia em suas Unidades Acadêmicas.

Mais informações, acesse o site do Incultec.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário