Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Grupo apresenta propostas para consórcio entre universidades

Nesta quinta-feira (23/09), reitores e equipe técnica que pretendem formar o primeiro consórcio de universidades públicas do país se reuniram na Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O encontro prossegue até esta sexta (24/09).

Os representantes das federais de Alfenas, Itajubá, Juiz de Fora, Lavras, Ouro Preto, São João Del-Rei e Viçosa estudam lançar um instituto de estudos avançados e um projeto de extensão no formato de corredor cultural, em que as instituições se revezariam na apresentação sobre cada uma e realizariam atividades culturais em conjunto. Além disso, na área de graduação, a intenção é que o aluno tenha até uma matrícula única que o habilite estudar em todas as instituições. “É uma quebra de burocracia. Não se pode mais falar em mobilidade acadêmica, pois ela já existe, é algo mais que isso”, afirmou o reitor da UFV, Luiz Cláudio Costa, coordenador-geral do grupo que estuda a proposta de consórcio.

Para a pós-graduação, o grupo verifica a possibilidade de integração de programas e, assim como na graduação, a necessidade de lançar cursos novos, que venham a ser estratégicos para a região em que as universidades estão localizadas ou nacionalmente. Entram em discussão também como deve ser feita a movimentação de professores e técnico-administrativos em educação entre as universidades e como será feito custeio de estudantes entre uma instituição e outra. As federais estão localizadas em um raio de 200 quilômetros no Sudeste e Sul mineiros.

Outros temas já foram propostos e o que for acrescentado “de ações concretas” no debate do primeiro dia será apresentado em plenária na manhã desta sexta (24/09). Os participantes estão organizados em comissões temáticas, coordenadas por um reitor ou vice: pós-graduação (UFJF), pesquisa (Unifei), graduação (Unifal), planejamento e gestão (Ufla), extensão e cultura (UFSJ) e os grupos de tecnologia da informação,
comunicação e educação a distância, incluídos na Coordenação-Geral (UFV).

Ainda na manhã desta sexta-feira (24/09, às 10h), haverá uma palestra com o gerente-geral da Universidade Petrobras, Ricardo Salomão, sobre o funcionamento da instituição da empresa estatal. A partir das 14 horas, o grupo buscará compor um contrato e um projeto de lei para permitir a realização de consórcios entre universidades. De acordo com o reitor da UFV, mesmo que a lei demore a ser aprovada, as instituições devem formar uma associação próxima aos moldes do consórcio.

O grupo programa mais uma reunião com as comissões temáticas e outras duas entre reitores para o fechamento do contrato, propostas e projeto de lei. A data prevista é o dia 15 de outubro. Nesse dia, a documentação será apresentada ao Ministério da Educação, que apóia a idéia do consórcio, à sociedade e a cada uma das comunidades universitárias para discussão e aprovação de seus Conselhos Superiores.

Participaram da abertura da reunião de hoje, o reitor da Ufla, Antônio Nazareno Mendes; da UFV, Luiz Cláudio Costa; da Unifei, Paulo Márcio de Faria e Silva; e os vice-reitores da UFJF, José Luiz Rezende Pereira; da Ufop, Antenor Rodrigues Barbosa Junior; e da Unifal. Os reitores da Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ), Helvécio Luiz Reis, e de Ouro Preto, João Luiz Martins, integram-se ao grupo, nesta sexta. O reitor da UFJF, Henrique Duque, chegou na noite desta quinta-feira.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário