Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Gripe Influenza A H1N1

 

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) criou a Comissão de Análise e Acompanhamento da Gripe Influenza A H1N1, que passa a coordenar as medidas de prevenção à gripe H1N1 da Universidade, em portaria assinada nesta quarta-feira (12/08), pelo reitor Ronaldo Pena.

Presidida pela professora Marise Oliveira Fonseca, do departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina, a comissão tem o papel de manter a comunidade universitária informada acerca da dinâmica da epidemia. “À medida que surgirem fatos novos, outras orientações serão repassadas à população”, acrescenta a professora, que também coordena o Ambulatório de Referência da Influenza A, no Hospital das Clínicas da UFMG.

Entre as primeiras ações da Comissão está a distribuição de cartazes institucionais, produzidos pelo Ministério da Saúde, a serem afixados em todas as unidades acadêmicas e administrativas. Também ficou definido a publicação permanente de material informativo no site da UFMG e a realização de reunião com os diretores de unidades, nesta sexta-feira (14/08), para discutir e reforçar medidas de prevenção.

Uma das recomendações divulgadas pela Comissão é que pessoas com gripe e febre acompanhada de tosse, dor de garganta ou de outros sintomas procurem um médico e, caso apresentem atestado, sua falta não será considerada. Às grávidas foi recomendado que procurem seu médico para receber orientação sobre a necessidade ou não de seu afastamento temporário das atividades. Alunas podem requerer adoção do “regime especial”, previsto nas normas da Universidade. Mais informações a respeito do regime especial podem ser obtidas nos colegiados dos cursos.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário