Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Graduação em Tecnologia

O semestre letivo da Faculdade de Medicina da UFMG começa com novidades: irá oferecer, pela primeira vez, uma graduação em Tecnologia, de nível superior com duração de 4 anos. Os 40 alunos do curso de Tecnologia em Radiologia e Diagnóstico por Imagem (Reuni-UFMG), oferecido pelo Departamento de Propedêutica (PRO) em período noturno, estão sendo recebidos junto aos calouros de Medicina e aos estudantes ingressos na Fonoaudiologia.

Segundo a professora da Faculdade de Medicina da UFMG, Viviane Parisotto, membro da Comissão de Criação e Instalação deste curso, este é um projeto arrojado da Faculdade que está estruturado na prática, e para isto utilizará as estações de processamento de imagens alocadas no Laboratório da Imagem, a ser compartilhado com os alunos de Medicina. Ela acrescenta, ainda, que a nova graduação vai contribuir para a reestruturação do Ensino da Imagem no curso de Medicina.

Viviane Parisotto acredita que “a experiência dos Professores do curso de Medicina, participantes dos Projetos de Criação e Instalação deste curso, foi extremamente enriquecedora e deverá contribuir para a elaboração do projeto pedagógico para a criação do Departamento de Imagem, de acordo com as diretrizes curriculares da nossa Instituição”.

A atuação dos alunos do curso Medicina, bolsistas do projeto Reuni, que trabalharam no projeto de criação do curso em Tecnologia em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, foi de extrema relevância, segundo Viviane Parisotto. A professora salienta, ainda, que os alunos transformam os avanços tecnológicos da Imagem em recursos didáticos que, a seu ver, “poderão contribuir imensamente para o sucesso da implantação de um Currículo Integrado voltado para a formação do médico generalista.”

O Curso de Tecnologia em Radiologia e Diagnóstico por Imagem, que faz parte do Programa de Apoio ao Plano de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni), permitirá, ainda, a contratação de novos professores para a área da Imagem, em sua maioria médicos que lecionarão nos dois cursos e, também, de profissionais físicos, cientistas da Computação dentre outros, conferindo caráter multidisciplinar à área da Imagem.

Ainda de acordo com a professora Viviane, uma conjunção de fatores contribuiu para o investimento neste Projeto: a incorporação de inovações tecnológicas no Estado de Minas Gerais, a importância que a formação tecnológica terá para o país, a possibilidade de reestruturar o Ensino da Imagem na Faculdade de Medicina e, a demanda da Instituição em participar de projetos inovadores e de relevância social.

O tecnólogo em Tecnologia em Radiologia e Diagnóstico por Imagem estará habilitado a lidar com o avanço tecnológico da área da Imagem atuando nos serviços de Diagnóstico por Imagem, na indústria de equipamentos e produtos médicos, nos laboratórios de pesquisa que utilizam ou produzem radioisótopos, e também em outras áreas que utilizam os métodos radiológicos.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário