Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Fórum Pró-Saúde

A Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) recebe, nesta quinta e sexta-feira (26 e 27/11), mais de 500 participantes do “1º Fórum de Atenção Básica Pró-Saúde”, no anfiteatro A do Centro Educacional e Administrativo.

O objetivo é refletir sobre a articulação ensino-serviço na formação dos estudantes de graduação da área de saúde e educação permanente dos trabalhadores de saúde, bem como divulgar atividades e conhecimentos produzidos por professores, alunos e trabalhadores de saúde durante estágio nas Unidades de Atenção Básica.

Após solenidade de abertura (26/11, às 20h30), o coordenador da Gestão da Atenção Básica do Ministério da Saúde, Nulvio Lermen Junior, faz a conferência: “Integração Ensino-Serviço-Comunidade na Atenção”.

Na programação de sexta-feira (27/11), mesa-redonda, palestras e apresentação de 62 trabalhos de atenção básica desenvolvidos por alunos e profissionais de saúde de Uberaba.

Aberto à participação dos usuários e trabalhadores do Sistema Único de Saúde, discentes e docentes da área da saúde, o evento é uma parceria da UFTM, através do Programa Nacional de Reorientação da Formação Profissional em Saúde (Pró-Saúde) e do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde), e da Prefeitura de Uberaba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Pró-Saúde

O Pró-Saúde foi lançado, nacionalmente, em 3 de novembro de 2005, contemplando, inicialmente, os cursos de graduação das profissões que integram a Estratégia de Saúde da Família: Enfermagem, Medicina e Odontologia. A partir de novembro de 2007, o programa foi ampliado para os demais cursos de graduação da área da Saúde.

Conforme informação da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, do Ministério da Saúde, no Pró-Saúde I foram selecionados 89 cursos. Destes, 38 são da medicina, 27 de enfermagem e 24 de odontologia. Para o Pró-Saúde II foram selecionados 68 projetos que contemplam 265 cursos da área da saúde, com impacto sobre aproximadamente 97.000 alunos das 14 áreas envolvidas.

Desde 2006, a UFTM integra o Pró-Saúde. Atualmente, alunos de Enfermagem, 57, e Medicina, 62, atuam nos projetos, em onze unidades da Rede Municipal de Saúde, com a supervisão de doze preceptores e o envolvimento de 180 profissionais de saúde que têm contribuído na formação desses profissionais.

A íntegra da programação do Fórum e a lista dos trabalhos estão disponíveis no site da UFTM.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário