Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Enem: vazamento de dados

Segundo matéria do Estadão desta quarta-feira (4/08):

“Uma falha do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) permitiu acesso livre aos dados pessoais de 12 milhões de inscritos nas últimas três edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Até o fim da tarde de ontem [3/08/10], os estudantes cadastrados tiveram informações como nome, RG, CPF, data de nascimento e nome da mãe expostos em links abertos no site do Inep – a reportagem conseguiu acessar, por exemplo, dados e até as notas do filho do ministro da Educação, Fernando Haddad, que prestou o Enem em 2009. (…) Para ter acesso aos dados, não foi necessário fazer nenhum trabalho de hacker, mas seguir links indicados no portal.” (Veja a matéria, na íntegra)

O Inep divulgou nota sobre o ocorrido:

Instituto esclarece ocorrido com os inscritos em 2007, 2008 e 2009
(Quarta-feira, 04 de agosto de 2010 – 09:32)

“A propósito das notícias publicadas nesta quarta-feira, 4, sobre os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2007, 2008 e 2009, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) esclarece:

1. As informações sobre os inscritos, dispostas em banco de dados do Inep, eram armazenadas em área reservada da página eletrônica do instituto, com endereço específico, e liberadas para as instituições de educação superior que as pedissem para utilização em seus processos seletivos. As instituições comprometiam-se a não divulgar os dados e teriam acesso a eles por meio de usuário e senha.

2. Ao tomar conhecimento de que o endereço na área reservada se tornara público, o Inep fechou o endereço específico.

3. A direção do Inep apura causas e responsabilidades sobre o ocorrido.”

Assessoria de Imprensa do Inep

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário