Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Eleições 2010

Os cursos de História, Filosofia e Comunicação Social do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste-MG) se uniram para realizar o Simpósio “Eleições 2010 e o Papel da Universidade no Fortalecimento da Democracia”. O evento é nesta segunda-feira (31/05, às 19h), no Teatro João Paulo II, campus Coronel Fabriciano. É aberto ao público, com entrada franca e sem necessidade de inscrição.

Durante as exposições e debates, os participantes conhecerão ações possíveis no âmbito universitário capazes de interferir qualitativamente na vida política nacional. A comissão organizadora do Simpósio aponta que as Universidades devem se comprometer com o contexto macro do país, principalmente no que diz respeito ao cenário político. Neste sentido, os eixos de discussão privilegiados pelo evento serão: O Brasil na Contemporaneidade, As Eleições Presidenciais e As Possibilidades de Mudança na Política Brasileira.

De acordo com Mauro Machado, coordenador dos cursos de História e Filosofia, serão discutidas ainda, a influência da mídia no contexto eleitoral e noções de Direito Eleitoral. “Toda a comunidade está convidada a participar, pois o Simpósio tem como objetivo o debate e a conscientização acerca das questões políticas e de exercício da democracia no Estado Democrático de Direito”, ressalta.

Durante o evento, as atividades serão coordenadas pelos professores Luiz Antônio da Silva, doutor em Educação e mestre em Sociologia; Luiz Gonzaga Pinto, especialista em História Econômica e em Serviço Social e Política Social; Padre Geraldo Ildeo, formado em Filosofia e Teologia; além do professor e coordenador Mauro Tarcísio Machado Borges, bacharel em Filosofia, com especialização em Sociologia. O evento contará, ainda, com a participação do professor Sérgio Danilo, licenciado em História pela UFMG e presidente da Fundação Maurício Grabois.

“A visão crítica e a mobilização são valores fundamentais para que tenhamos uma política voltada para o povo e pautada na ética. Posso afirmar que, para os estudantes e todos os participantes do Simpósio, haverá um ganho significativo no sentido de compreensão e atitude crítica em face das leis, ações e posturas políticas”, conclui Mauro Machado.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário