Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Democracia Digital

Nesta sexta-feira (7/05, de 15h às 17h) o grupo de pesquisa “Mídia, Educação, Cultura e Novas Cidadanias”, da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), recebe o professor Danilo Rothberg, do Departamento de Ciências Humanas da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp-Bauru. Ele fala sobre o conceito de democracia digital. O encontro é na sala 113 do Centro Educacional da UFTM (Av. Getúlio Guarita, 159 – Uberaba).

Danilo Rothberg é jornalista, mestre em Comunicação e doutor em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista (Unesp), é professor do Departamento de Ciências Humanas da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp-Bauru. Tem pós-doutorado pela Open University, Inglaterra (Visiting Research Fellow, 2006-2007) e pela UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).

Conceito

Para Alexandra Bujokas, professora dos cursos de licenciatura da UFTM, “Trata-se de um campo interdisciplinar de pesquisa e ação política, já estabelecido em países europeus, principalmente Inglaterra. No Brasil, pesquisadores da área de ciências sociais, principalmente, vêm se dedicando ao tema”,

Ainda segundo Bujokas, a democracia digital consiste na implementação de uma série de mecanismos que permitam a formulação compartilhada de políticas públicas e de legislações que sustentam as políticas, nos três níveis de governo (União, Estado e Município) e nos três poderes (executivo, legislativo e judiciário). “As consultas públicas on-line são uma das mais efetivas e importantes formas de exercício da democracia digital”, exemplifica.

Entretanto, Bujokas ressalta que para que a participação na esfera digital aconteça de fato, é fundamental que a população participe da consulta pública e essa participação seja considerada no momento da formulação final da lei.

Para Danilo Rothberg, a democracia digital não deve ser confundida com a inclusão digital e nem com a educação para a mídia, embora, numa visão sistêmica, essas três áreas se relacionem. “Para que o público participe de consultas, precisa ter acesso à internet, daí a relação com a inclusão digital, e precisa saber acessar sistemas, localizar e avaliar informações e produzir seu conteúdo, daí a relação com a educação para a mídia, ou media literacy, como se chama a área em inglês”.

Mais informações, pelo telefone (34) 3318-5803.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário