Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Cursos ganham espaço

A comunidade acadêmica da Faculdade de Engenharia pode contar com mais nove laboratórios, oficinas, gabinetes para professores e um núcleo de estudos e pesquisas. As instalações fazem parte dos dois novos prédios destinados aos cursos de Engenharia Elétrica e de Engenharia de Produção inaugurados na última sexta-feira, dia 3, pelo reitor Henrique Duque.
O diretor da Faculdade, Hélio Antonio da Silva, lembrou das transformações sofridas pela Engenharia nos seus 96 anos de existência. “Quando me formei a Engenharia oferecia 200 vagas, hoje são 660”. Segundo o professor, o número ainda é pequeno perto da grande demanda pelos profissionais. Ele agradeceu o empenho do reitor na obtenção de recursos para Universidade. O investimento é de recursos federais obtidos através de emendas parlamentares.
Duque também falou sobre o crescimento da unidade, uma das fundadoras da UFJF, através da criação de novos cursos e campos de atuação, conforme as necessidades do país. “A Faculdade de Engenharia se credencia para exercer o papel de protagonista nesta história”. Segundo o reitor, os novos laboratórios e equipamentos dão condições para a melhoria do ensino e pesquisa na área.
Com as novas instalações, a realidade da Engenharia de Produção mudou. “O curso funcionava num local precário, vulgarmente conhecido como ‘chiqueirinho’”. Através das atividades coordenadas pelo professor Vanderli Fava e por outros colegas, o curso se tornou de grande qualidade e hoje é um orgulho para a UFJF, de acordo com o reitor.
Para Henrique Duque, os novos docentes que chegam à Faculdade dão a certeza de que o trabalho continuará, mantendo-se o brilhantismo e a excelência dos cursos.

As novas instalações

Cada um dos prédios, interligados, tem dois andares. O bloco da Engenharia de Produção abriga três laboratórios: de Informática, de Processos Produtivos (com equipamentos industriais), e de Ergonomia, que está sendo finalizado.
Uma sala é destinada a projetos de elaboração de design de protótipos de aviões e veículos minibaja, usados em competições entre estudantes de engenharia. A nova infraestrutura possui também gabinetes para professores do departamento de Engenharia de Produção e Mecânica.
No outro bloco, de Engenharia Elétrica, a comunidade acadêmica poderá usar seis novos laboratórios: Robótica, Controle de Processos, Eletrônica, Oficina de Projetos Eletrônicos e o de Simulação em Tempo Real/Processamento Paralelo (para realizar simulações digitais em sistemas de potência, como, por exemplo, identificar e corrigir com mais precisão defeitos em linhas de transmissão de energia).
Para completar a lista dos seis laboratórios, o de Sistemas Motrizes, com equipamentos para transmissão de movimento, como bombas elétricas, foi transferido de outro bloco da Faculdade de Engenharia para o novo espaço, o que possibilitou a ampliação do laboratório. No antigo local, funcionará o Núcleo de Iluminação Moderna (Nimo), que desenvolve pesquisas, ensino e consultoria na área. O novo prédio também oferece mais conforto a professores, que ganharam gabinetes novos e mais amplos.
Segundo o diretor Hélio Antônio, os novos laboratórios visam alavancar a pesquisa na unidade, desde a graduação à pós-graduação.
Na mesma noite, foi inaugurado o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Formação e Exercício Profissional da Faculdade de Engenharia (Nepeng). Para Hélio Antônio, as atividades poderão contribuir para a criação de políticas públicas de ensino superior na área de Engenharia.

Palestra magna

Após a cerimônia de descerramento das placas, os alunos puderam assistir à aula magna do presidente da Associação Brasileira de Ensino em Engenharia (Abenge), professor Nival Nunes de Almeida. “Perspectivas Futuras para a Engenharia” foi o tema da apresentação.
Outras informações: (32) 2102-3400 (Faculdade de Engenharia)

www.ufjf.br/engenhariadeproducao
www.ufjf.br/engenharia
www.ufjf.br/engenhariaeletrica

Fonte: UFJF Engenharia Online

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário