Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Cortes no orçamento

O ministro da Educação, Fernando Haddad, declarou na tarde desta segunda-feira, 28, em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata de Pernambuco, que os cortes anunciados no orçamento do Ministério da Educação não afetarão a execução das políticas públicas estabelecidas no Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE), da creche a pós-graduação.

Ele fez a afirmação na cerimônia de abertura do ano letivo do campus avançado da Universidade Federal Pernambuco (UFPE), na Zona da Mata. O ministro estava acompanhado do governador de Pernambuco, Eduardo Campos. “Hoje foi anunciado o corte. Nosso orçamento iria de R$ 62 bilhões para R$ 70 bilhões. Agora vai para R$ 69 bilhões. Em 2002, era de R$ 17 bilhões. Os compromissos estão mantidos. E para seguir o ritmo da expansão da educação superior, quero tranquilizar a todos que cumpriremos a nossa parte”, disse o ministro.

Sobre o anúncio do corte de R$ 3 bilhões, feito pela equipe econômica na manhã de hoje, o MEC esclarece que dois terços do contingenciamento atinge emendas parlamentares, e apenas R$ 1 bilhão do orçamento. Portanto, sem afetar a execução das ações previstas no PDE.

Fonte: portal.mec.gov.br

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário