Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Assim se constrói uma nação

“A Honestidade é o princípio de sempre lidar com a realidade como ela é, o que é essencial ao tentar mudá-la. Em sua raiz está o fato de que não pensar sobre alguma coisa ou fingir que ela não existe não muda os fatos. Violar o princípio da honestidade significa tentar mudar a realidade pela simples vontade (Pedro Carleial – S. José dos Campos)”.

 

Brasileiro é assim:

– Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

– Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

– Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

– Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.

– Fala no celular enquanto dirige.

-Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

– Para em filas duplas, triplas em frente às escolas

– Viola a lei do silêncio.

– Dirige após consumir bebida alcoólica.

– Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

– Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas…

– Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

– Faz gato de luz, de água e de TV a cabo.

– Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

– Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto.

– Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

– Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20.

– Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

– Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

– Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.

– Compra produtos piratas com a plena consciência de que são piratas.

– Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

– Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

– Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

– Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

– Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis…. como se isso não fosse roubo.

– Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

– Falsifica tudo, tudo mesmo… só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado….

– Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem…

– Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

E quer que os políticos sejam honestos.
Escandaliza-se com a farra das passagens aéreas, com os desatinos no Congresso, com o nepotismo…
Esses políticos que aí estão saíram do meio desse mesmo povo, ou não ?

Brasileiro reclama de quê, afinal ?

 

(Autoria desconhecida)

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário