dcsimg

Vestibular em

Que ensino é melhor: presencial ou à distância?

Tenho ouvido muito esta pergunta ultimamente, e este ponto tem me feito refletir sobre a eficácia do ensino no Brasil. Sou professor de um curso de graduação de administração, curso este presencial, e coordenador de um curso de pós-graduação em planejamento estratégico, esta à distância, portanto agora tenho dados comparativos para tentar elucidar, ou pelo menos aprofundar sobre esta discussão.

O fato é que tanto um como outro verificamos a total dependência de alguns fatores como: o interesse do corpo docente, o interesse do aluno, a estrutura da mantenedora, as ferramentas aplicadas.

O comércio do ensino hoje impera em nosso país, existem hoje muito mais instituições interessadas em apenas ganhar dinheiro, do que instituições interessadas em formar pessoas, sendo que é possível ganhar dinheiro formando pessoas, mas instituições que querem apenas ganhar dinheiro não se preocupam com detalhes fundamentais como a contratação de bons professores, com a estrutura acadêmica adequada, com a seleção de alunos, entre outros.

Como existe uma maioria de instituições que querem apenas ganhar dinheiro com o ensino, existe também uma maioria de alunos que querem apenas comprar diplomas, quer seja por ascensão profissional, quer seja para ingressar no serviço público, ou para obter ganhos salariais com o diploma de um curso de pós graduação, este alunos não tem o interesse em aperfeiçoamento, e sim na esperteza de conseguir da maneira mais fácil, sem o esforço de ter que estudar.

Mas o mundo não é só cruel, existem instituições bem intencionadas e existem bons alunos, quando estas se encontram tanto faz ser à distância ou presencial teremos um bom resultado.

Minha experiência com o ensino à distância é mais recente, e confesso uma grande empolgação ao ter alunos espalhados pelo Brasil, ter a oportunidade em um momento estar trocando conhecimentos com um aluno no Ceará e instantes depois responder a um questionamento de uma pessoa no interior do Mato Grosso do Sul, ou no Amazonas. Hoje devido ao avanço tecnológico tenho alunos no Brasil inteiro, interligados pela internet, estudando com a flexibilidade permitida por uma nova metodologia de ensino, sem perder a qualidade exigida pelo mercado.

Algumas pessoas me questionam o fato do aluno à distância talvez não estiver fazendo os trabalhos, seria a “cola” eletrônica, afirmo categoricamente, que tenho alunos presenciais que “colam” mais que os à distância, por isto o segundo ponto colocado é fundamental, se não houver interesse do aluno, pode ser presencial ou à distância o ensino não atingirá o seu objetivo.
Seja à distância ou presencial o que necessitamos é o acesso universal do conhecimento, com pessoas bem intencionadas, tanto nas instituições, para prestarem um bom serviço, quanto dos alunos, para receberem um bom ensino.

Escrito pelo Prof. Iran Nunes
Coordenador do Curso de Pós Graduação em Planejamento Estratégico
Posead – Universidade Gama Filho
planejamento@posead.com.br - Publicação autorizada pelo portal Administradores - www.adminstradores.com.br

Deixe seu comentário:

Versão para impressão     Enviar para um amigo