dcsimg

Vestibular em

Nutrição para o carnaval

 

Nutricionista dá dicas para aproveitar o carnaval sem descuidar da saúde

O carnaval é sempre uma época em que os foliões descuidam da boa alimentação. Para evitar o comprometimento com o organismo, a nutricionista do Hospital Universitário da Universidade Federal de Juiz de Fora (HU-UFJF), Lívia Tibiriçá Silveira, dá dicas para a atenção com a saúde durante e depois da maior festa popular do mundo.

Segundo a nutricionista, a desidratação é o problema mais comum nessa época do ano. O calor, juntamente com o excesso de álcool, intensifica a perda de água corporal, por isso, destaca que é importante beber bastante liquido: “O ideal é alternar a água com a bebida alcoólica”.

Na hora da hidratação, a nutricionista pede para evitar refrigerantes e isotônicos. Isso porque os gasosos possuem muito açúcar e geram mais sede a quem está ingerido. Já os isotônicos são muito ricos em sódio, e, por isso, são recomendados apenas se ocorrer alguns distúrbios, como vômitos e diarréias.

Ela ressalta que os foliões costumam beber pouco liquido, além de esquecerem de ingerir uma alimentação equilibrada. “Evitar as comidas mais pesadas, principalmente as feitas em locais desconhecidos, e sem higiene é essencial.” De acordo com ela, o calor também vem acompanhado do aumento de casos de infecção hospitalar, por isso o cuidado ao escolher os alimentos deve ser redobrado.

Para quem deseja perder uns “quilinhos” enquanto se diverte, a especialista aconselha tirar o excesso de açúcar e gordura. “Invista em frutas, que são ingeridas em menor número que os sucos, e exercem a mesma função.”

Nunca se deve ficar de estômago vazio. “O gasto de energia no carnaval é sempre maior. Comer mal abaixa a pressão e a glicose do sangue, podendo gerar problemas ainda maiores para algumas pessoas, como o desmaio.” Ela ressalta o perigo de consumir bebidas alcoólicas sem ter nada no estômago: “O álcool é absorvido muito mais rapidamente e as pessoas podem perder o controle da quantidade que estão ingerindo”.

No dia seguinte os cuidados também são importantes: “A ressaca acontece por causa da desidratação. Mais uma vez, é necessário ingerir muita água”. Ela completa dizendo que a primeira refeição nesses dias deve ser rica em carboidrato integral, queijo e suco reforçado.

 

(Por Assessoria de Imprensa da UFJF)

Deixe seu comentário:

Versão para impressão     Enviar para um amigo