dcsimg

Vestibular em

Aprendendo, sempre


Aos 81 anos, completados no último dia 12 de novembro, a dona de casa Clery Vieira Coimbra faz da vida uma rotina diária de saberes compartilhados: aprende um mundo novo nas aulas da Educação para Jovens e Adultos (EJA) do Colégio Imaculada Conceição (Belo Horizonte). E ensina vivências para seus colegas e professores.

 

Clery Coimbra é uma das alunas do ensino médio que se inscreveu para o concurso de redação "20 anos de Constituição mineira - Meu futuro eu construo hoje", promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). Sua redação foi recebida nesta segunda-feira (16/11) pelo diretor da Escola do Legislativo, Alaôr Messias Marques Júnior.

Como o concurso é dirigido aos alunos do ensino médio regular das escolas públicas e privadas do Estado, a redação de dona Clery Coimbra não poderá concorrer. "Mas achamos a iniciativa dela tão fantástica que resolvemos recebê-la na escola, conhecê-la pessoalmente e ver uma forma de compensar seu esforço e iniciativa", informa Alaôr Messias.

Acompanhada da professora de Português da EJA-Imaculada Conceição, Elizabeth Lino da Silva, e da coordenadora comunitária Lygia de Oliveira Costa e Silva, Clery Vieira Coimbra falou de sua iniciativa. "Vi a notícia em um jornal e fui ao site da Assembleia. Me entusiasmei e na mesma hora fiz o rascunho da redação. Falei com minha professora Beth e ficamos de ler o edital. Quando ela me informou que não poderia concorrer, fiquei muito triste. Mas aí veio o convite do Alaôr para visitarmos a Escola do Legislativo, que ele iria receber minha redação e que mesmo sem participar do concurso, ela seria reconhecida", disse a risonha aluna.

Cursando o 2º ano do 3° ciclo (EJA), Clery Coimbra voltou a estudar há dois anos. Nascida em Araçuaí (Vale do Jequitinhonha), estudou até o antigo ginasial em um colégio de freiras, onde aprendeu francês e latim". Ela criou seis filhos, 15 netos e cinco bisnetos, até voltar aos estudos. "Fui a uma peça de teatro no colégio, fiquei sabendo do ensino para adolescentes e adultos e fui logo me matriculando", conta Clery.

Segundo ela, sua família está acompanhando todo o processo, e depois que voltou à escola, o filho mais velho seguiu seu exemplo. Segundo Clery Vieira, sua motivação foi o gosto que sempre teve por redação. "A mensagem que deixo para os jovens é de incentivo, para que tenham atenção com tudo à sua volta. E que participem mais da vida pública e da política". Seu exemplo não fica só nas palavras: mesmo desobrigada de votar por ter mais de 70 anos, a aluna não deixou de cumprir seu dever cívico. "Sou a primeira a chegar à votação", garante.

A aluna classifica sua redação de ufanista, "por causa da importância da data de comemoração dos 20 anos da Constituição mineira". Seu texto fala disso: da importância da Constituição na vida das pessoas, do pioneirismo de Minas em ser o primeiro Estado a promulgar sua Carta. Além disso, ela fala da participação feminina na política e exorta suas companheiras a assumirem seus espaços. Sua redação será publicada no jornal do Colégio Imaculada Conceição, segundo Lygia de Oliveira Costa. A escola tem alunos do ensino médio regular participando do concurso.

Datas do concurso

Com o prazo de envio das redações pelas escolas encerrado na última sexta-feira (13/11), a Escola do Legislativo começa a receber as primeiras correspondências. Até o momento já chegaram as redações de 406 escolas. O resultado será anunciado no dia 4 de dezembro. E a premiação será no Chevrolet Hall (10/12 a partir das 18h30). Às 19 horas está previsto um show gratuito com Gabriel O Pensador.

(ALMG)

Deixe seu comentário:

Versão para impressão     Enviar para um amigo