Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Aquicultura e pesca

O Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM) e o Instituto Hidroex, em reunião realizada esta semana (14/09), discutiram ações no projeto “Capacitação, adequação e implantação do Centro de treinamento para aquicultura e pesca no âmbito do IFTM” aprovado e em fase de liberação dos recursos pelo Ministério de Ciência e Tecnologia.

No local será criado o Centro de treinamento para aquicultura e pesca. “Com esse projeto iremos desenvolver diversas atividades pelo desenvolvimento e capacitação para profissionais da área. Numa segunda numa etapa de expansão é previsto em Frutal a criação de um Centro de Pesquisa, a margem do Rio Grande, também sob responsabilidade do IFTM”, explica Carlos Alberto Alves de Oliveira, pró-reitor de pesquisa e inovação.

O diretor de planejamento, gestão e finanças do Hidroex, Mário Fernando Valeriano Soares, prevê com a implementação de projetos desta natureza um desenvolvimento econômico e social para a região. “Esforços focados na área de recursos hídricos e fortes parcerias teremos em Frutal uma ‘Universidade das águas’. O espaço será utilizado para oferecer novas oportunidades para profissionais da área, além de oferecer um desenvolvimento sustentável para o Estado”, destaca.

Segundo Carlos Alvarenga, coordenador técnico do projeto, além da estrutura disponível em Frutal, o Instituto também irá promover cursos de qualificação, requalificação e eventos com foco na cadeia produtiva de aqüicultura e pesca, além de estimular o consumo de peixe pela comunidade.

José Antônio Bessa, coordenador pedagógico do projeto e professor de piscicultura do Campus Uberaba, destaca que com a implantação do projeto será intensificado o interesse pela criação de peixes na região. “Nas bacias dos rios Grande e Paranaíba existe um grande potencial de produção com o uso das águas dos reservatórios das hidroelétricas”, observa.

Com previsão de funcionamento de toda estrutura nos próximos cinco anos, o coordenador internacional do Hidroex e representante da Unesco, Igor Tamerão, destaca a oportunidade de intercâmbios entre os países que já desenvolvem o projeto. “Por meio das parcerias com a Unesco, Fundação Cousteau e países de língua portuguesa temos abertura para troca de experiência com profissionais que desenvolvem esse trabalho em diversos países”, aponta o coordenador internacional do Hidroex.

Os responsáveis pelo projeto no IFTM estão aguardando a liberação do recurso, pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, para início dos trabalhos. Serão destinados R$ 6 milhões, sendo cerca de R$ 5,5 milhões para obras, instalações e equipamentos e R$ 500 mil para custeio. O projeto do centro de treinamento deve ser concluído em 17 meses.

Assinaturas dos acordos

Acordos para implantação do Centro Unesco-Cousteau de ecotecnia, Centro Cousteau para águas e Centro de aquicultura e pesca, que serão instalados em Frutal, foram assinados no dia 17 de junho, em Uberaba, pelos representantes do Instituto Unesco – HidroEX, Fundação Cousteau, Ministério de Ciência e Tecnologia, Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM), Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) e Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário