Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Aniversário do Inatel

 

Em março, o Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel) comemorou 44 anos de sua fundação. Pioneiro no ensino especializado em telecomunicações, em mais de quatro décadas, o Instituto se transformou em referencial na formação do homem para a engenharia. Além dos cursos de graduação em Engenharia Elétrica com ênfase em Telecomunicações e Engenharia da Computação, o Inatel se prepara para implantação do seu mais novo curso: o de Engenharia Biomédica. 

Perspectivas –   No seu campus, de 75.000 m², o Inatel está construindo um moderno Centro de Informações Científicas e Tecnológicas do Brasil. A infraestrutura faz parte do processo de internacionalização das ações acadêmicas que a Instituição vem desenvolvendo, o que possibilitou, inclusive, vencer licitação internacional para implementar o Instituto Superior Tecnológico (IST) em Luanda, Angola.

O diretor do Inatel, professor Wander Wilson Chaves, ressalta o quanto, nesses anos todos, a Instituição que dirige ainda respira o ideal do professor José Nogueira Leite, fundador do Inatel, “Nosso Instituto contribuiu significativamente para a estruturação das telecomunicações no Brasil e para o processo de industrialização do Vale da Eletrônica. Hoje somos uma instituição moderna, que conjuga ensino, pesquisa e extensão em prol da melhoria de nossa sociedade”, define.

E não é só em capacitação tecnológica que o Inatel se destaca. Existem também os projetos de Responsabilidade Social, tais como a [email protected], que já formou mais de 1.000 alunos e a Incubadora de Empresas e Projetos que já graduou 36 empresas que, juntas, empregam diretamente 300 pessoas. Toda a estrutura predial está sendo adaptada para prover acessibilidade aos portadores de necessidades especiais.

O vice-diretor do Inatel, professor Carlos Roberto dos Santos, responsável pela Pró-diretoria de Pós-graduação e Pesquisa, comenta os resultados alcançados nos diversos projetos de pesquisa em que o Inatel está envolvido. Segundo ele, o corpo de pesquisadores tem proporcionado acesso a recursos de fomentos dos órgãos governamentais e da indústria privada. “O Inatel é reconhecido hoje, não só pelos seus cursos de graduação e pós-graduação, mas também pela sua competência em apresentar soluções tecnológicas nas diversas áreas do conhecimento”, enfatiza.

Para o pró-diretor de Administração e Finanças e pró-diretor de Desenvolvimento de Tecnologias e Inovação, professor Marcelo de Oliveira Marques, a criação de uma área de negócios focada em pesquisa e desenvolvimento de produtos de telecomunicações possibilitou a conquista de mais de 10 projetos focados em Telecom e TI, que estão sendo desenvolvidos para empresas nacionais e multinacionais. “Essa unidade tem por objetivo aumentar a participação do Inatel no mercado brasileiro no segmento de serviços tecnológicos e também potencializar a inserção de nosso Instituto no mercado latino-americano e nos países de língua portuguesa”, afirma.

E o Inatel já está com inscrições abertas para seu próximo processo seletivo. Veja, na Agenda.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário