Pular para o conteúdo Pular para a barra lateral do Vá para o rodapé

Aniversário do Critt

 

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) lança na sexta-feira (8/05), no Museu de Arte Murilo Mendes, o Instituto Nacional de Energia (Inerge) e apresenta o relatório final dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e de Impacto Ambiental e Social (EVTECIAS) do Parque Tecnológico de Juiz de Fora. As atividades encerram a comemoração dos 14 anos do Centro Regional de Inovação e Transferência de Tecnologia (Critt). Na programação também consta o encerramento do Programa de Incentivo à Inovação (PII).

Com sede na UFJF, sob a coordenação do Vice-Reitor, professor José Luiz Rezende Pereira, o INERGE é o único instituto do país aprovado na área de energia elétrica. Receberá R$ 4 milhões em financiamentos, sendo metade da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e a outra do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do CNPq. Além da UFJF, o Inerge conta com a parceria da UFSJ, UNIFEI, UFRJ e UFE.

Os INCT’s têm como principais objetivos a busca da excelência nas atividades em ciência e tecnologia em nível internacional, a interação com o sistema empresarial e a melhoria da educação científica no país.

O Inerge desenvolverá ciência e inovação tecnológica em benefício do setor de Energia Elétrica, tornando-se referência nacional e internacional no desenvolvimento de produtos e processos de valor tecnológico agregado para a produção, transmissão e
distribuição de energia elétrica, de forma a atender e antecipar as demandas do setor empresarial. Dentre as principais linhas de pesquisa destacam-se: Cognição, Processamento de Informação e Telecomunicações para Novas Gerações de Sistemas de Potência; Novos Modelos e Ferramentas Computacionais para o Planejamento, Operação e Manutenção de Sistemas de Potência; Operação Automática; e Auxílio à Tomada de Decisões Focadas no Novo Cenário da Matriz Energética Brasileira.

Parque Tecnológico
Os Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e de Impacto Ambiental e Social (EVTECIAS) do Parque Tecnológico foram elaborados pela empresa InvestPark, vencedora da licitação, realizada no ano passado.

Foram analisadas, entre outras ações, as potencialidades e demandas da região, o investimento total para a implantação, a viabilidade ambiental, a localização e o modelo mais adequados para o PCTJFR. O objetivo dos estudos é contribuir para que a implantação do Parque seja apropriada ao perfil sócio-econômico de Juiz de Fora e região.

Mostrar ComentáriosFechar Comentários

Deixe um comentário