dcsimg
Contato Anuncie


Busca: Buscar

Newsletter

Assine e receba informações atualizadas no seu e-mail:

Cadastrar

Vestibular em

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Página inicial : notícias

Formação de professores

 

O Ministério da Educação (MEC) disponibilizou as primeiras 54 mil vagas para o Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica. As pré-inscrições já estão abertas, através da Plataforma Freire (sistema criado pelo MEC com esta finlidade), e as vagas deverão ser ocupadas no segundo semestre de 2009. Os cursos serão oferecidos por 90 instituições públicas de ensino superior, nos 21 estados que já aderiram.

A meta do plano nacional, lançado em 28 de maio deste ano, é graduar, entre 2009 e 2011, 331,4 mil professores que ainda não têm licenciatura e lecionam na educação básica do ensino público, nas redes públicas estaduais e municipais. A previsão do MEC é que para graduar os 33,4 mil professores, utilizará 52% vagas disponíveis em cursos presenciais e 48% em cursos a distância.

O plano oferece cursos de graduação para professores públicos em exercício que se enquadrem em um dos casos: ainda não tenha curso superior (primeira licenciatura); com graduação, mas que lecione em área diferente daquela em que se formou (segunda licenciatura); e bacharel sem licenciatura, que precise de estudos complementares habilitendo-o ao exercício do magistério.

A primeira licenciatura tem carga horária de 3.200 horas, sendo 2.800 horas de conteúdos e 400 horas de estágio supervisionado; a segunda licenciatura tem carga horária de 800 horas para curso na mesma área de atuação do professor ou de 1.200 horas para curso fora da área de formação.

Para participar do Plano de Formação de Professores da Educação Básica, o professor precisa cadastrar seu currículo na Plataforma Freire e mantê-lo atualizado, e escolher o curso que deseja fazer.

Os cursos serão na modalidade a distância terá a participação das instituições públicas que integram a Universidade Aberta do Brasil (UAB). São, hoje, 555 polos ativos em todos os estados e no Distrito Federal. A Capes (do MEC) é responsável pela coordenação das atividades de formação do magistério.

As secretarias estaduais e municipais de educação terão a função de informar os professores sobre os cursos disponíveis na rede pública de ensino superior, analisar as pré-inscrições na Plataforma Freire, e organizá-los nos cursos.

Segunda etapa –  Além da graduação, a segunda etapa do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica prevê a ampliação da oferta de educação continuada. Para isso, o MEC já conta, atualmente, com dois programas.

O primeiro deles é Pró-Letramento, um curso para professores de língua portuguesa e matemática que trabalham com as séries iniciais do ensino fundamental, que tem cerca de 300 mil docentes concluindo essa etapa. E o programa Gestar, também em língua portuguesa e matemática, para professores dos anos finais do ensino fundamental. Hoje, 200 mil estão inscritos no curso. Com o plano nacional, o objetivo é estender a formação continuada para as demais áreas do conhecimento, tanto no ensino fundamental como no ensino médio.

Deixe seu comentário:

Versão para impressão     Enviar para um amigo    

Busca de cursos



Busca de faculdades



Quem somos

Contato

Anuncie

Faculdades

Cursos

Agenda

Notícias

Artigos

Dicas

Gabaritos

Resultados

Provas

-

Notícias e Dicas - Vestibular

Cadastre-se na nossa newsletter e receba as últimas do Vestibular e dicas de estudo: